quinta-feira, 20 junho 2024
26.9 C
Camaçari
spot_img

últimas postagens

Documentário com a história da fundação da CUT será lançado no dia 21/5 em Brasília

Filme traz entrevistas com personalidades que ajudaram a escrever a história do país ao fundar a maior central sindical da América Latina. Lançamento será no Sindicato dos Bancários de Brasília

Por: André Accarin

‘A história contada por quem a faz’ é o fio condutor de um documentário produzido pela CUT em parceira com a Fundação Perseu Abramo e pelo Instituto Lavoro, que conta a criação da Central Única dos Trabalhadores, no início da década de 1980, tempo em que a classe trabalhadora e o sindicalismo se fortaleciam no país na luta por direitos, melhores salários e democracia. A época ainda era de um Brasil governado pela ditadura militar que, anos mais tarde, em 1985, e com forte influência da CUT, chegaria ao seu fim.

O projeto, que resultou no livro e no documentário, foi idealizado pela ex-assessora de Relações Internacionais da CUT, a socióloga Maria Silvia Portella. Também fizeram parte da esquipe do projeto o pesquisador Cláudio Nascimento; o sociólogo e Professor da USP e pesquisador do CNPq, Iram Jácome Rodrigues; o doutor em História Social do Trabalho e assessor da CUT-RS, João Marcelo Pereira Santos; e a psicóloga e assessora da CUT Nacional, Sandra Oliveira Cordeiro.

Com direção de Celso Gonçalves, o filme será lançado na próxima terça-feira, 21 de maio, no auditório do Sindicato dos Bancários de Brasília, no Distrito federal, às 19h. Após a exibição o filme estará disponível do Youtube da CUT

“O documentário é um registro histórico de um dos momentos mais importantes para o país, um momento em que a classe trabalhadora dava um passo gigante na construção de uma entidade sindical que passou a representar todo o conjunto da classe trabalhadora. Isso não é pouca coisa”, diz a secretaria de Comunicação da CUT, Maria Aparecida Faria.

Ela ressalta a grandeza da produção por retratar o que foi o início de uma história de luta em defesa dos direitos dos trabalhadores que, ao longo dos anos seguintes, trouxe transformações significativas não somente para a classe trabalhadora, mas para a sociedade como um todo, dada a atuação política da CUT.

“O documentário valoriza aqueles que foram os responsáveis por nós, hoje, podermos lutar pelos trabalhadores. Aquela geração é a nossa base, a nossa referência. Devemos muito a eles”, pontua Maria Faria.

Lançamento

O evento de lançamento contará com participação de personalidades que ajudaram a construir a história e que são personagens da obra como o próprio ex-presidente da CUT, Jair Meneghelli.

O ex-presidente da CUT disse, em entrevista ao Portal da CUT, que o documentário cumpre com a importante missão de registrar a história não apenas do movimento sindical cutista, mas também a história do país e que, portanto, foi um momento importante para a classe trabalhadora.

“É contar um trecho da história do Brasil. Além dos movimentos anteriores à criação da Central. As greves e outras mobilizações foram resultando na necessidade de criação de uma central. E a nossa, a CUT, já começou lutando pela democracia, pela redução da jornada de trabalho. Participamos do impeachment do Collor [ex-presidente da República], ou seja, estivemos em todos os movimentos em que havia necessidade de organizar a população, de defender os direitos”, disse Meneghelli.

“Estávamos lá, fosse um movimento salarial ou um movimento político. Sindicato não é apenas para reivindicar salário, mas direitos da classe como um todo”, pontua o ex-sindicalista.
Matéria completa neste link.

Latest Posts

TV SINDTICCC - BA