quinta-feira, 30 maio 2024
26.9 C
Camaçari
spot_img

últimas postagens

Petrobras anuncia redução de até 10% no preço do gás natural para distribuidoras

Preço do gás natural já caiu 25% desde o ano passado; redução pode chegar até 35% com novas modalidades comerciais para distribuidoras e consumidores livres

Por Tiago Pereira, da RBA

São Paulo – A Petrobras aprovou nesta sexta-feira (10) novas modalidades de comercialização do gás natural que devem reduzir em até 10% os preços para as distribuidoras. A estatal anunciou que vai oferecer um mecanismo de redução de preço nos contratos de venda atualmente vigentes, de acordo com sua performance.

“Com este novo mecanismo, a depender dos contratos e volumes movimentados, as distribuidoras terão uma redução adicional de até 10%”, afirmou a Petrobras, em nota. A companhia destaca que o preço do gás natural acumula redução de cerca de 25% de o início do ano passado. E que poderá chegar até 35% com a revisão dos contratos.

Além disso, para os “consumidores livres” – que não têm contratos – a estatal vai oferecer uma nova carteira de produtos “em condições mais customizadas e competitivas”. “Desta forma, a Petrobras intensifica sua atuação no processo de abertura de mercado, contribuindo para expansão e fortalecimento de um mercado livre mais líquido, competitivo e diversificado”, destaca a empresa.

Em 1º de maio, a Petrobras já tinha reduzido os preços do gás natural em 1,5% para as distribuidoras, em relação ao início do trimestre fevereiro-março-abril de 2024. Neste caso, a queda se deu pela redução no preço do petróleo no mercado internacional.

A estatal ressalta que não determina o preço final do gás natural ao consumidor. É preciso considerar os custos de transporte, as margens das empresas e os impostos. Além disso, as tarifas ao consumidor são aprovadas pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas.

Outro, porém, é que não se trata do gás de cozinha (GLP), envasado em botijões ou vendido a granel. O gás natural é utilizado como combustível veicular (GNV) e nas usinas termelétricas. E também em diversos setores industriais, como químico, metalúrgico, plástico, cerâmico e farmacêutico, por exemplo.

(Fonte: Rede Brail Atual)

Latest Posts

TV SINDTICCC - BA